Dados estatíticos dos estrangeiros no Japão

0
859
Maiores comunidades estrangeiras no Japao, e-stat, az blog

O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações do governo japonês, divulgou em julho de 2019, a pesquisa de dinâmica populacional (data base 01/01/2019).

Com base no Registro Básico de Residentes
População japonesa : 124.776.362 habitantes (menos 433.239 pessoas em relação ao ano anterior, declínio pelo 10° ano consecutivo).
Número de estrangeiros: 2.6617.199 pessoas (em 1968 eram 169.543).

População japonesa por províncias desde o ano anterior, apenas 5 aumentaram: Tokyo, Okinawa, Kanagawa, Chiba e Saitama.

Houve diminuição nas áreas metropolitas de Nagoya (Gifu, Aichi, Mie) e área de Kansai (Kyoto, Osaka, Hyogo, Nara).
Em Aichi, embora haja redução (4.719 em relação ao ano anterior) devido a taxa de natalidade baixa e envelhecimento da população, a composição continua concentrada.

Na região de Tohoku (nordeste do Japão), a taxa de declínio da população japonesa foi de 88.580 pessoas em Akita (1,48%), Aomori (1,28%), em terceiro lugar Iwate (1,17%). Yamagata ficou em quinto e Fukushima em sétimo.

Em Tohoku a população de estrangeiros está aumentando (7,9% ou seja, 59.229 pessoas). O maior aumento foi de Fukushima com 1263 seguido de Miyagi com 1084. Os trabalhadores estrangeiros estão impulsionando a escassez de mão de obra no processamento de frutos do mar costeiro afetado pelo terremoto de 2011.

A cidade com mais estrangeiros no Japão possui 137.467 residentes em Osaka. O maior aumento na proporção de estrangeiros em relação aos habitantes japoneses foi na vila de Shimukappu em Hokkaido, de 26,1% devido ao grande número de estâncias de esqui.
Em Yokohama ( Kanagawa) o aumento de estrangeiros foi de 6.092 em relação ao ano anterior.

Taxa de estrangeiros no Japão

Os estrangeiros representam 2,1% do total de habitantes no arquipélago.
O número de residentes estrangeiros nascidos aumentou para 16.542 em relação anterior. Também aumentou o número de mortes de estrangeiros para 7.187

Número de estrangeiros residentes em vários países em 2015 :
India 0,4 % Rússia 7,7% Suécia 15,9%
Japão 1,9% França 11,1% Austrália 33,3%
Coreia do Sul 2,9% Inglaterra 13,2% Hong Kong 38,9%
EUA 4,3% Espanha 12,8%
Tailândia 5,6% Alemanha 14,9%
Comparando com outros países, o Japão mantem uma baixa taxa de residentes estrangeiros. Observando os países desenvolvidos, notamos que mais de 10% da população é composta de estrangeiros.

Situação dos estrangeiros em 2019

À medida que o número de estrangeiros aumenta no Japão, sempre haverá algumas mudanças no país. A partir de abril de 2019, o Projeto de revisão da Lei de Controle de Imigração e Reconhecimento de Refugiados define dois novos vistos: um status de residência de categoria 1(não poderão trazer familiares), para trabalhadores sem qualificação, com estadia máxima de cinco anos, e um status de categoria 2 (permitirá a vinda de cônjuges e filhos dos trabalhadores)para pessoas com especialização profissional e direito de ficar por longo tempo no país.

A lei limita a entrada de até 345 mil trabalhadores estrangeiros em cinco anos, para aliviar a escassez grave de mão de obra em 14 setores: cuidados a idosos, limpeza predial, agricultura, pesca, fabricação de alimentos, trabalho em restaurantes, produção de maquinário industrial, construção civil, construção naval, manutenção de automóveis e hotelaria.

Dados dos estrangeiros no Japão

Primeiro semestre de 2019 Japão registrou 2.829.416 estrangeiros residentes, aumento reforçado por um número crescente de estagiários.
O número de residentes estrangeiros aumentou em todas as 47 províncias do país, com Tóquio abrigando o maior número (581.446) e Aichi em segundo lugar (272.855).

Dados por nacionalidade: (data base 30.06.2019)
1) Chineses: formam o maior grupo com 786.241
2) Coreanos: com 451.543
3) Vietnamitas: com 371.755, um aumento de 12,4% em relação ao final do ano passado.
4) Filipinos com 277.409.
5) Brasileiros: o número cresceu 2,5%, de 201.865 para 206.886, ocupando o quinto lugar e representando 7,3% de todos os estrangeiros residentes no país.

Dados por tipo de trabalho: (data base 30.06.2019)
Estagiários totalizaram 367.709
Estudantes estrangeiros, 336.847
Houve um aumento acentuado de titulares de outros vistos ligados ao trabalho
Profissionais qualificados como engenheiros, foi de 256.414, um aumento de 13,6%
Estrangeiros com visto permanente somaram 783.513

Distribuição dos estrangeiros por faixa etaria

População estrangeira por faixa etária: (data base 01/01.2019)

  • de 0 a 4 anos (88.900 pessoas),
    de 5 a 9 anos (75.568 pessoas),
    de 10 a 14 anos (62.553 pessoas),
    de 15 a 19 anos (11.623 pessoas),
    de 20 a 24 anos (425.871pessoas),
    de 25 a 29 anos (412.163 pessoas),

    de 30 a 34 anos (313.607 pessoas),
    de 35 a 39 anos (259.267 pessoas),
    de 40 a 44 anos (202.704 pessoas),
    de 45 a 49 anos (191.629 pessoas),
    50 a 54 anos (158.082 pessoas),
    de 55 a 59 anos (117.839 pessoas),
    de 60 a 64 anos (84.156pessoas).
    Acima de 65 anos 171.117 pessoas
População japonesa X estrangeiros por faixa etaria em 01/01/2019 – Ministério de Assuntos Interno e comunicações. Fonte: Jornal Nippon Keizai

Distribuição dos estrangeiros por região

c072eb1a-aaa9-11e9-b429-062e737cfa80.png
Fonte: Ministerio da Justiça em 01/01/2019
Tokyo 20,68% – Aichi 9,50% – Osaka 8,85% – Kanagawa 7,97% – Saitama 6,64%
– demais províncias 46,35%

A comunidades estrangeiras estão concentradas em províncias específicas.
Atualmente o maior grupo de residentes estrangeiros por província é :
1) Tokyo (551.683) 6) Chiba (153.505)
2) Aichi (253.508) 7) Hyogo (108.302)
3) Osaka (235.977) 8) Shizuoka (89.341)
4) Kanagawa (212.567) 9) Fukuoka (76127)
5) Saitama (117.095) 10) Ibaraki (65.001)

População ativa de trabalhadores

Data base : 01/01/2019

População em idade ativa de japoneses de 15 a 64 anos diminui para 7.423.887, reduzindo em 613.028 pessoas em relação ao ano anterior, acelerando o envelhecimento. Para combater a escassez de mão de obra, muitos esforços estão concentrados na automatização de operações rotineiras e contratação de mão de obra estrangeira.

População estrangeira em idade ativa de 15 a 64 anos aumentou para 2.228.941 pessoas, representando 85,1% do total de residentes estrangeiros. Em especial nota-se que 31% dos trabalhadores estrangeiros estão na faixa de 20 anos.

Ranking da População estrangeira ativa (15 a 64 anos) :
1) Tokyo (481.218 pessoas),
2) Aichi (210.683 pessoas),
3) Osaka (184.116 pessoas),
4) Kanagawa (179.091 pessoas) ,
5) Saitama (152.040 pessoas),
6) Chiba (133.585 pessoas),
7) Hyogo (83.366 pessoas),
8) Shizuoka (75.208 pessoas),
9) Fukuoka (65.885 pessoas),
10) Ibaraki (57.141 pessoas),
11) Gunma (48.143 pessoas), 12) Kyoto (47.606), 13) Gifu (45.461 pessoas), 14) Hiroshima (44.124), 15) Mie (42.097), 16) Tochigi (35.682),
17) Nagano (30.476 pessoas), 18) Okayama (24.296), 19) Shiga (24.205).

Os estrangeiros também além de se espalharem nas áreas rurais, estão se tornando mais especializados como pessoal altamente qualificado. De acordo com o Ministério da Justiça, o número de estrangeiros capacitados, técnicos atingiu 350.000 em 2018. Nos últimos 3 anos, o aumento foi de 110.000 estrangeiros.

População estrangeira por província

Data base: 30/06/2019

Publicado na fanpage Hey Japan
  • Chineses : total 786.241
  • Tokyo 226.319
  • Saitama 73.288
  • Kanagawa 72.896
  • Osaka 65.394
  • Chiba 54.486
  • Aichi 50.049
  • Coreano total 451.543
  • Osaka 99.730
  • Tokyo 96.456
  • Hyogo 39.145
  • Aichi 29.932
  • Kanagawa 28.2658
  • Kyoto 23.880
  • Vietnamitas total 371.755
  • Tokyo 38.630
  • Aichi 36.729
  • Osaka 30.131
  • Saitama 25.792
  • Kanagawa 22.459
  • Chiba 20.389
  • Filipinos Total 277.409
  • Aichi 38.479
  • Tokyo 34.311
  • Kanagawa 23.332
  • Saitama 20.823
  • Chiba 19.385
  • Shizuoka 17.335

Brasileiros Total 206.886

Publicamos o artigo 10 provincias com mais estrangeiros no Japão, com dados de junho de 2017, para aqueles que se interessarem em fazer um comparativo.

Fonte:
Jornal Nippon Keizai
Ministério da Justiça do Japão – Relatório de Registro Básico
de Residentes (data base 01/01/2019) (artigo PDF)

DEIXE UMA RESPOSTA