Cidades mais populosas do Japão

0
418
Foto de Alexandre Maruoka

Apresentamos a relação das cidades mais populosas do Japão, baseados nos dados do governo, na estimativa da população em 2016. Japão é um arquipélago formado por mais de 6852 ilhas, sendo as principais: Hokkaido, Honshu, Shikoku e Kyushu (concentra 97% da população)

O litoral marítimo do Japão é aproximadamente quatro vezes maior que o brasileiro.

Entre 70% e 80% do país é coberto por florestas e de relevo montanhoso com uma cordilheira no centro das ilhas principais, de forma que as pequenas planícies costeiras se tornam as áreas mais povoadas do país.

Os dados  do censo de 2010 registraram uma população de 128.056.026 pessoas, o que tornaria o Japão o décimo maior país do mundo. A estimativa mais recente coloca o número mais baixo em 126,82 milhões, ainda continua como 10º país mais populoso do mundo. Embora em declínio, ele ainda mantém essa posição em 2016 com uma estimativa de 126,4 milhões de pessoas.

Províncias mais povoadas

No censo realizado em outubro de 2010, do total de 47 províncias, foram destacadas nove províncias japoneses mais povoadas que apresentaram população total superior a 5 milhões de habitantes:

  • Tokyo:       13,161,751 pessoas (6.018 pessoas / km²)
  • Kanagawa:    9,049,500 pessoas (3.744 pessoas / km²)
  • Osaka:          8,862,896 pessoas (4.679 pessoas / km²)
  • Aichi :            7,408,449 pessoas (1.434 pessoas / km²)
  • Saitama:       7,194,957 pessoas (1.895 pessoas / km²)
  • Chiba:            6,217,119 pessoas (1.206 pessoas / km²)
  • Hyogo :          5,589,177 pessoas (   666 pessoas / km²)
  • Hokkaido:       5,507,456 pessoas (     70 pessoas / km²)
  • Fukuoka:        5,072,804 pessoas (1.019 pessoas / km²)

Os brasileiros residentes no Japão estão concentrados nas provincias de de Aichi, Shizuoka, Mie, Gunma, Gifu, Kanagawa, Shiga, Saitama, Ibaraki (veja o ranking completo aqui Comunidade brasileira por província no Japão)


Cidades mais povoadas

Em 2016, pela estimativa do governo, as 20 cidades com maior concentração populacional são:

posição Cidade Província população estimada
Tokyo Tokyo 9.375.104 01/10/2016
 1 Yokohama Kanagawa 3.732.616 01/10/2016
 2 Osaka Osaka 2.705.262 01/08/2016
 3 Nagoya Nagoya 2.304.794 01/10/2016
 4 Sapporo Hokkaido 1.947.097 30/09/2016
 5 Kobe Hyogo 1.535.765 01/10/2016
 6 Kyoto Kyoto 1.474.735 01/10/2016
 7 Fukuoka Fukuoka 1.553.607 01/10/2016
 8 Kawasaki Kanagawa 1.489.564 01/10/2016
 9 Saitama Saitama 1.275.331 01/10/2016
 10 Hiroshima Hiroshima 1.189.530 01/06/2016
 11 Sendai Miyagi 1.084.700 01/10/2016
 12 Kitakyushu Fukuoka    956.772 01/10/2016
 13 Chiba Chiba    974.306 01/10/2016
 14 Sakai Osaka    838.268 01/08/2016
 15 Niigata Niigata    807.450 01/10/2016
 16 Hamamatsu Shizuoka    797.047 01/11/2016
 17 Kumamoto Kumamoto    739.899 01/10/2016
 18 Sagamihara Kanagawa    721.686 01/10/2016
 19 Shizuoka Shizuoka    701.757 01/11/2016
 20 Okayama Okayama    720.571 01/10/2016

 

Kanagawa, Osaka, Shizuoka e Fukuoka são províncias em que apresentam mais de uma cidade além da capital, constando no ranking.

Os brasileiros estão concentrados principalmente nas cidades de Hamamatsu, Toyohashi, TOyota, Oizumi-machi, Iwata, Nagoya, Isesaki, Okazaki, Komati, Ota (veja o quadro completo das 226 cidades com mais de 100 mil brasileiros residentes no Japão)


Tokyo a cidade mais populosa do Japão

Embora Tokyo seja considerada o maior e mais importante centro financeiro do mundo , ela não é, tecnicamente, uma cidade. Não há no Japão uma cidade chamada “Tokyo”. Na verdade, Tokyo é designada como uma metrópole (, to), similar a uma província do Japão (, ken), e é constituída por 23 bairros (, ku), 26 cidades primárias (, shi), cinco cidades secundárias (, cho ou machi) e oito vilas diferentes (, son ou mura). Cada uma delas possui um governo que opera no nível regional. Também fazem parte de Tóquio pequenas ilhas no Oceano Pacífico, localizadas a mais de 1000 km para sul, nos subtrópicos.

Mais de nove milhões de pessoas vivem dentro dos 23 distritos autônomos que constituem a parte central de Tokyo.  A população de Tóquio aumenta em 2,5 milhões ao longo do dia, devido aos estudantes e trabalhadores de províncias vizinhas, que vão à Tokyo para estudar e trabalhar. A população total dos bairros de Chiyoda, Chuo e Minato, que compõem a região central de Tóquio, e onde está localizado o principal centro financeiro do país, é de menos de 300 mil habitantes; porém, mais de dois milhões de pessoas trabalham na região.


Comparando dados com as capitais brasileiras mais populosas

Só a título de curiosidade, citamos a relação da população estimada em 2016 no Brasil, das capitais mais populosas:

1. São Paulo – 12.038.175
2. Rio de Janeiro – 6.498.837
3. Brasília – 2.977.216
4. Salvador – 2.938.092
5. Fortaleza – 2.609.716
6. Belo Horizonte – 2.513.451
7. Manaus – 2.094.391
8. Curitiba – 1.893.997
9. Recife – 1.625.583
10. Porto Alegre – 1.481.019

Um comparativo: cidade de Osaka ocupa o 3º lugar no ranking do Japão com 2.705.262 habitantes, com uma população próxima à cidade de Fortaleza. Mas a diferença está na densidade demográfica, ou seja, quantos habitantes tem por km2:

Salvador tem área de 692,819 km² com densidade demográfica de 4 240,78 hab./km²
Belo Horizonte tem área de 330,95 km² com densidade demográfica de 7 594,65 hab./km²
Fortaleza tem área de 314,93 km² com densidade demográfica de 8.286,65 hab./km²
Cidade de Osaka ocupa área de 225,21 km² com densidade demográfica de 12.000 hab/km2

 


Estrangeiros no Japão

fonte: http://www.stat.go.jp/english/data/kokusei/2000/gaikoku/00/hyodai.htm

Mapa da estimativa de estrangeiros no Japão.
Os brasileiros, coreanos, filipinos e os chineses são as maiores comunidades de estrangeiros no Japão atualmente.


Fonte – http://www.stat.go.jp – http://worldpopulationreview.com
Foto: Alexandre Maruoka – Facebook – Blog Behance.net


DEIXE UMA RESPOSTA