Dicas para comprar arroz no Japão

0
4313

Existe uma grande variedade de tipos de arroz 【米 kome】 e preços à disposição no mercado japonês. Em todas as estações surgem novas marcas e ficamos em dúvida qual comprar.

Quando você encontrar um pacote de arroz que está muiiito barato, olhe bem os grãos.
◆Se tiver grãos quebrados de arroz e grãos com a cor esbranquiçada misturadas aos grãos transparentes, significa que foi feito um burendo (brend), ou seja, uma mistura de arroz da safra anterior com a atual.

dicas para comprar arroz no Japao Kome

◆Não significa que está VELHO, e sim, que não tem o mesmo sabor do arroz da safra recente.

◆As embalagens normalmente são bem reforçadas, mas sempre verifique se não há vazamento de ar, algum lugar que está furado, isto pode deixar o arroz ressecado, e altera o sabor.

 

◆Aarroz japones data do beneficianto e data safraprenda a olhar também as datas da safra e data de beneficiamento na hora da compra.
Difícil acontecer, mas não é impossível, se abrir o saco de arroz e perceber que tem ¨bichinho¨, leve imediatamente äo local onde adquiriu o produto para trocar por outro.

Às vezes, vale a pena comprar arroz pagando um pouco mais caro, um produto mais recente. Varia de gosto para gosto. Fica a dica!

 

27年産 -produzido ano Heisei 27 (2015)
精米 16.07.18 – polido (seimai) em 18,07,2016

Recomendações para armazenar o arroz
O saco de arroz, se não for consumir imediatamente, deixar em local fresco e limpo.
Ao abrir para consumo, transfira para um recipiente com tampa ou pote hermético, fechando bem. Deixe em local fresco, arejado e escuro, para evitar ressecar e alterar o sabor. Depois de cozido, o arroz na geladeira mantem conservado durante uma semana. Se for congelado, conserva-se aproximadamente por 6 meses.

Curiosidade: Maiores produtores de arroz no Japão em 2013
1. Niigata        664.300 ton
2. Hokkaido     629.400 ton
3. Akita           529.100 ton
4. Yamagata   415.300 ton
5. Ibaraki       414.400 ton
6. Miyagi        398.500 ton
7. Fukushima 382.600 ton
8. Tochigi       364.500 ton
9. Chiba         337.500 ton
10. Aomori     302.600 ton

A cidade que mais compra arroz no Japão é Kitakushu em Fukuoka.
E a cidade que menos compra arroz é Niigata, capital da província de Niigata
(basicamente consomem o que produzem).

No Brasil o ranking da safra de 2014/2015:
1. Rio Grande do Sul 8.170.000 ton
2. Santa Catarina     1.057.500 ton
3. Mato Grosso           593.500 ton
4. Tocantis                  577.500 ton
5. Maranhão               572.700  ton

Para quem deseja aprender a lavar e cozinhar o arroz à moda japonesa e também à moda brasileira, recomendamos o artigo do Blog Morando no Japão:
Como cozinhar arroz japonês na panela elétrica

Este artigo foi útil? Compartilhe com os amigos!

 

DEIXE UMA RESPOSTA