Já pensou em vender suas fotos do Japão?

0
7782

Acesse o site da Jstock.1

Já pensou em vender suas fotos do Japão?

A grande maioria das pessoas tem uma idéia errada sobre quem posta nos banco de imagens. Não é necessário ser um profissional para vender fotos pela internet. Mas também não significa que você poderá pegar qualquer foto do fim de semana ou do churrasco com amigos e postar, achando que vai conseguir ficar rico. Existe regras para Banco de Imagens.

Primeiro vamos falar sobre o conceito de banco de imagens.

Bancos de imagens, são empresas que negociam licenças de uso de fotos, imagens, ilustrações e vídeos. É um serviço para obter imagens ou fotografias prontas para uso em trabalho nas área de design, publicidade, propaganda. É muito utilizado por revistas, jornais, empresas de web design, editoras, departamento de marketing e comunicação de empresas, artistas gráficos, designers. Estes necessitam de imagens para suprir as necessidades criativas de seus trabalhos.

Utilizar imagens é essencial para o sucesso de qualquer estratégia de marketing de conteúdo. Seja nas redes sociais, na criação e divulgação de blog, sites, e-commerce ou até mesmo nos  materiais ricos como ebooks e whitepapers.

As imagens são utilizadas não somente para ilustrar. Adiciona algo interessante, relevante para atrair a atenção  e interesse num artigo ou propaganda. Para fortalecer ou aumentar um ponto de vista, argumento, um fato, um acontecimento.

Elas não só valem mais que mil palavras, como também têm mil e uma utilidades. E nas lojas virtuais, as imagens desempenham uma importante função: apresentar ao cliente um produto no qual ele não pode tocar. São elas que têm boa parte da responsabilidade de convencer o consumidor a realizar a compra

As imagens tem também a função de comunicar através das cores, formatos, temas, dando vida e enriquecendo o conteúdo para atingir seu público alvo.

Com os avanços tecnológicos, a fotografia digital, abriu caminho para muitas pessoas em todo o mundo venderem fotos pela internet. Isto significa que a concorrência é grande, mas o mercado também cresceu bastante o suficiente para necessitar cada vez mais de imagens originais, criativas.

As imagens que circulam na internet não são todas imagens livres. A grande maioria é protegida por direitos autorais. Utilizar uma imagem sem licença de direitos autorais poderá sofrer um processo, independente do país onde mora. Por isso, instituições e empresas mais sérias, utilizam somente material de bancos de imagens pagos ou gratuitos e sempre atribuem o crédito quando for devido.

     Para começar a trabalhar com banco de imagens, você deve adquirir uma nova postura, uma nova visão. Sua fotografia deixará de ser uma ARTE, e se tornará um PRODUTO vendável. Ou seja, você passará a produzir fotos como produtos de venda para fornecedores. Você deixará de tirar uma foto como simples recordação de um momento, e passará a fotografar pensando em como o cliente poderá utilizar este clique.

Sobre o banco de imagens e suas fotos do Japão

POR QUE VENDER FOTOS VIA BANCO DE IMAGENS?
O Banco de imagens é uma excelente fonte de renda complementar, ou até a principal, pois há muitos fotógrafos no mundo que vivem somente disso.

O CLIENTE TE PROCURA
Você não precisa ir atrás do cliente; já põe o seu “produto” no “mercado”. O cliente te procura; ou, melhor ainda, ele já procura a sua foto. Os preços já estão pré determinados, você não perde tempo fazendo orçamentos complexos, nem tampouco participar de concorrências, fazer briefings, cronogramas etc.

PREÇO BAIXO, LUCRO ALTO
Cansado de ser desvalorizado pelos clientes (de serviços fotográficos)? O banco de imagens é onde você vende a baixo preço, mas consegue bons lucros. Boas fotos com preços baixos têm mais chances de ter um grande número de compradores.

SEM LIMITAÇÕES
Você não tem limites impostos como o clima, período do dia, quantidade de horas etc., para fazer uma foto. Você adapta à situação do momento, o que e onde fotografar. Por exemplo, num dia de chuva ou neve forte, ou de madrugada, ou seja, qualquer hora é hora.

TAMANHO DO MERCADO
O Tamanho do mercado é gigantesco! Os seus prospects e clientes estão em todas as partes do mundo. Não se limite a uma cidade, região, estado ou país. Alcance o mundo!

VARIEDADE DE CLIENTES
A variedade de clientes de bancos de imagem é bem maior do que para a maioria dos fotógrafos prestadores de serviços. Bloguistas, editoras de livros e revistas, agências de propaganda e até particulares – só para citar poucos – são o seu universo de clientes.

REGULADOR DE FATURAMENTO
Para quem já é fotógrafo profissional, o banco de imagens é um excelente “regulador” de faturamento, para cobrir épocas de “vacas magras”, impostas pela sazonalidade, possibilitando manter a média de faturamento.

PREÇOS FIXOS, QUANTIDADE LIVRE
Os preços são fixos, mas o número de compradores não. A qualidade criativa e técnica, somadas com a necessidades dos clientes é que vão vender em grande quantidade, a mesma foto.

PROTEGIDAS POR LEI
As suas fotos vendidas através de bancos de imagens, são protegidas por lei, não tendo o risco de serem usadas ilegalmente. Além disso, se a sua foto fere alguma legislação, antes de ser exposta para venda, é devidamente avaliada.

NÃO PRECISA SER PROFISSIONAL
Nem é preciso ser fotógrafo profissional para vender fotos através de banco de imagens. Em geral, os maiores vendedores de fotos, são os que ficam entre o amador e o profissional – o chamado ‘amador avançado’– mas claro, têm muitos profissionais e amadores despretenciosos vendendo bem.

Oportunidade para quem está no Japão
Com a definição das Olimpíadas de 2020, haverá muita procura de fotos do Japão, para ilustrar artigos de turismo, entretenimento, cultura, tradição, enfim, as grandes mídias e empresas estarão voltadas para o tema Japão. Além deste tema, o Japão é amplamente divulgado pela sua culinária, cultura pop (manga, anime, música, games, cosplay, etc), pelas particularidades das estações do ano (sakura, koyo, hanabi, matsuri, etc), bem como os famosos pontos turísticos.

Quem mora aqui, tem a oportunidade de fotografar e filmar os temas do Japão. Então porque não transformar esta chance em uma renda extra?

O que fazer primeiro?

O que a Jstock1 está fazendo é exatamente isso, preparando uma plataforma onde será possível a hospedagem de suas fotos ou arquivos de música, video, flash e etc.
Uma vez hospedada essa foto, ela poderá ser vendida indefinidamente e, caso alguém, queira a exclusividade o valor será compatível.
Imagine assim, das milhares de fotos paradas em seu HD, vocês poderá através do Jstock1, colocá-las para render e trabalhar para você.

Esta esperando o que? Faça agora mesmo um registro e comece a subir as suas fotos do Japão gratuitamente, o restante é com a gente. Entre em contato com a JStock1, envie um e-mail manifestando seu interesse. A Jstock1 entrará em contato para maiores informações e detalhes.

Dados para contato:

 Jstock1 – e-mail  contato@jstock1.com ou msg in box para Emmanuel Carceres

Fanpagehttps://www.facebook.com/japanesephotos/ (pode deixar msg inbox)

Homepagehttp://www.jstock1.com/

 

Colaboração:
Texto: Mario Kazuo Murayama Camera3.
Video: Jstock1 e Matsuo Sato Focus Japan

DEIXE UMA RESPOSTA